segunda, 10 outubro 2011 21:07

Era uma vez um Rei

Escrito por

Aquilo que vos vou contar passou-se há muito, muito tempo, num reino distante, onde vivia um Rei poderoso, senhor de grandes exércitos, cuja magnificência era conhecida de todos. Tinha este Rei um palácio como nunca tinha existido, as suas riquezas e tesouros eram inumeráveis, mas o encanto de todos os que passavam perto da sua majestosa residência era o maravilhoso jardim, repleto de árvores e plantas de toda a espécie, e no qual o soberano passava grande parte do seu tempo.

castlePerto do jardim serpenteava um rio, brilhante como o cristal, e a oriente deste rio reluzia um pomar, repleto das mais belas árvores de fruto, de todas as qualidades, formas e cores.

Outro motivo de admiração naquele reino era a ordem com que todos se moviam, o modo como amíriade de servos se comportava – exemplo de funcionalidade e educação, esmero e dedicação.

Entre estes servos destacava-se um, ao qual o rei tinha designado um serviço que, parecendo muito simples, era de extrema importância naquela sociedade.

" Todos o dias " - dissera o rei - "desejo que vás ao pomar que se encontra a oriente do rio; desejo que colhas e me tragas o melhor dos frutos aí existentes. Lembra-te, não é permitido a mais ninguém comer dos frutos desse pomar, que são para meu agrado e satisfação somente."

E todos os dias a sua vontade era executada, todas as manhãs era apresentado diante do seu trono o melhor dos frutos daquele pomar.

Todos queriam estar no lugar daquele servo, todos no reino admiravam o fino trato e modo como se apresentava, , todos apreciavam o modo majestoso como se vestia, o fulgor da sua presença. Ele não fazia trabalhos pesados, não era encarregado de coisas muito complicadas, apenas vivia para aquele momento - trazer o melhor fruto à presença do rei.

Até que um dia... este servo começou a imaginar: " como será provar um destes frutos tão belos?

No fim das contas, eu sou alguém importante, eu sou aquele que o rei escolheu para esta função tão específica, eu também tenho direito de provar este prazer...na realidade, eu até tenho o direito de ser igual ao rei, o que é que ele é mais que eu? "

O tempo passou e um dia o rei reparou que os frutos trazidos à sua presença não eram mais os melhores e mais perfeitos, o melhor do pomar estava agora a ser apresentado noutra mesa que não a sua, porque o servo em quem confiara se tinha corrompido.

Então os arautos reais proclamaram : " Assim diz o Senhor Deus: Tu eras o selo da perfeição, cheio de sabedoria e formosura. Estavas no Éden, jardim de Deus, cobrias-te de pedras preciosas... eras querubim ungido, e eu te estabeleci; estavas no monte santo de Deus... perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. Eu te farei perecer, ó querubim protector, e te lançarei fora do monte de Deus. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu esplendor..."chegaste a um fim horrível e não mais existirás". Ezequiel 28:13 a 18.

Perdoar-me-ão esta versão livre daquilo que se terá passado um dia no Céu, quando Lúcifer pecou, pelo simples facto de cobiçar algo que não lhe pertencia, por pensar que, mais do que ser o melhor de Deus, era "melhor que Deus".

Hoje quero fazer-vos pensar um pouco no facto de que, para chefiar os Seus exércitos na adoração, Deus escolheu o ser mais perfeito (vers. 15), e isto dá-nos um vislumbre daquilo que Ele deseja quando lhe trazemos a nossa adoração; Ele ainda hoje deseja o melhor fruto do pomar, não algo já usado e estragado, mas algo novo e belo, o melhor entre melhores. E quando falo em adoração, não estou a falar apenas em boa qualidade musical, música bem estruturada e executada (que é importante), mas também e fundamentalmente dos frutos da nossa vida interior, provenientes de um coração cujo desejo primário é agradar-lhe, e nunca agradar a si mesmo. Será que algum dia tivemos vontade de comermos nós mesmos o fruto?

Precisamos de entender que estamos em perigo de comer o fruto que pertence a Deus cada vez que pensamos em fazer as coisas à nossa maneira, cada vez que somos instados a agradar aos homens e não a Ele, cada vez que pensamos que "...se não fosse eu..."

Um dos erros de Lúcifer é que pensava ser insubstituível. Esqueceu-se que quem o criou podia criar mais e melhor. Pensou que era tão belo, que se não existisse o Céu não seria mais o mesmo.

Enganou-se. Deus sempre tem mais. Deus sempre surpreende. Deus sempre tem melhor.

E Deus fez um plano. Lúcifer desejou ser semelhante ao Altíssimo (Isaías 14:14) e nunca poderia sê-lo, mas agora Deus criava alguém que na realidade era Seu semelhante (Génesis 1:27).

O Homem! Tu e eu! A adoração a Deus nunca mais foi a mesma, porque agora é proveniente de alguém que não deseja ser semelhante, mas que foi criado á Sua imagem e semelhança. É a noiva do Cordeiro quem, através do caminho que Jesus abriu, traz agora os belos frutos do pomar até à presença do Rei Deus.

Por isso se explica a fúria do diabo, sempre que houve falar de adoração.Nós temos aquilo que ele tinha, mas numa dimensão que ele nunca experimentou (Hebreus 2:5).

Ele vai fazer tudo o que está ao seu alcance para te fazer parar, para te fazer trocar a tua adoração.

Ele vai segredar-te que a tarefa de trazer frutos ao Rei afinal não é tão importante, no fundo Deus até compreende o desleixo e a falta de zelo...

Não nos deixamos enganar! Deus ainda hoje espera o fruto perfeito, o mais belo que se possa achar no pomar plantado a oriente do rio que banha o Seu palácio, e para isso Ele nos investe de uma capacidade própria e singular daquele que nasceu de novo; Lúcifer adorava porque era um serviçal, nós adoramos por causa da intimidade e relacionamento.

Lido 964 vezes

Notícias

12 Horas de Louvor e Ad…

As 12 horas de Louvor e Adoração que aconteceu na cidade de Braga foi um tempo de renovação na presença de Deus. Encontrei um povo com fome de Deus e... Ler mais

Paulo Raposo no Faceboo…

Para todos aqueles que gostam de acompanhar Paulo Raposo nos seus concertos e que não podem estar presencialmente, agora podem fazê-lo também através da página oficial do Facebook. Ler mais

Artigos

Desejo para 2016 – Luz, muita luz

Naquele dia Gabriel acordou cedo. Não se podia dizer que os seus dias fossem monótonos, a verdade é que servia há tantos anos naquele palácio e nenhum dia tinha sido... Ler mais

Mudanças

Uffffffff, finalmente fechou-se a porta. Caixas e caixas, móveis embrulhados em celofane, roupas amontoadas... Tudo estava acondicionado - estávamos de saída. Eu não sou grande fã de mudanças, mas uma das... Ler mais

Os Salmos e as Emoções

Na nossa vida atravessamos vales e montanhas, tempestades e bonança, alegrias e tristezas, bons e maus momentos. Gostamos mais de estar bem no topo das emoções, mas tanto o prazer... Ler mais

O Jogo afinal ainda não acabou!

Depois de todos os “Feliz Ano Novo!” que desejámos e recebemos, aí está ele, 2012. Com ele vêm as lutas. E... a certeza de conquista! Eis alguns passos que acredito... Ler mais

Avançando...

Já há algum tempo (bastante) comecei a pensar em fazer algum exercício físico. Pensava, pensava... e fazia... por um dia ou dois, para logo a seguir parar. Qualquer coisa servia... Ler mais

Era uma vez um Rei

Aquilo que vos vou contar passou-se há muito, muito tempo, num reino distante, onde vivia um Rei poderoso, senhor de grandes exércitos, cuja magnificência era conhecida de todos. Tinha este Rei... Ler mais

Prontos para alcançar

A Igreja entrou numa estação nova. Deus tem preparado um grupo de pessoas com a unção para alcançar o destino que Ele tem traçado para as suas cidades e nações... Ler mais

Festa

Num certo sentido, a nossa chamada como discípulos é uma história sobre a amizade. Sendo este o caso, então parece que Deus faz com muita frequência o papel do amigo... Ler mais

A Cenoura, o Ovo e a Chávena de Café

Uma cenoura, um ovo ou uma chávena de café – todos pertencemos a uma destas categorias. Uma rapariga foi ter com a sua mãe, contando-lhe os seus problemas, com o... Ler mais

Umas costas mais fortes

Sempre que nos é entregue alguma tarefa para fazer para Deus, nós começamos a fazê-lo com todo o nosso coração, entusiasmados, mas de algum modo chega uma altura em que enfrentamos (todos) dificuldades... Ler mais

Podcast

Free Joomla! template by Age Themes